atendimento 249 736 215

Edital - Medidas Fitossanitárias Obrigatórias em Plantas de Citrinos infestados pela Trioza erytreae

Comunicado | 02 fev 2021

Os insetos em causa, Trioza erytreae Del Guercio e Toxoptera citricida (Kirkaldy), este ultimo se também referenciado, fazem parte da lista de pragas de quarentena da União Europeia, como referidas no artigo 5.º do regulamento (EU) 2016/2031 e estabelecida no anexo II, parte B do REGULAMENTO DE EXECUÇÃO (UE) 2019/2072 DA COMISSÃO de 28 de novembro de 2019 que estabelece condições uniformes para a execução do Regulamento (UE) 2016/2031 do Parlamento Europeu e do Conselho, no que se refere a medidas de proteção contra as pragas dos vegetais.

 Tendo em conta a biologia dos insetos, estabelece-se como indispensável a especial atenção que, neste âmbito, deve ser dada a exemplares do género Citrus, plantas usualmente conhecidas por citrinos, nas quais se incluem as laranjeiras, limoeiros e afins, mas também a outras plantas hospedeiras do inseto, incluindo vegetais de Choisya Kunth, Fortunella Swingle, Poncirus Raf. e os seus híbridos, Casimiroa La Llave, Clausena Burm f., Murraya J. Koenig ex L., Vepris Comm., Zanthoxylum L., com exceção de frutos e sementes.

 Nesta conformidade, foi emitido o edital e demais documentos em anexo, nos quais se faz referência às áreas diretamente afetadas pelos insetos e quais as zonas em que terão que ser tomadas ações de combate específicas e medidas excecionais de controlo/vigilância, nomeadamente no que respeita às freguesias abrangidas.

 No sentido de evitar a dispersão destas pragas, haverá necessidade de conjugar os esforços de todos os intervenientes na gestão e acompanhamento dos espaços verdes e das demais áreas afetadas.  Pretende-se igualmente divulgar e sensibilizar a população em geral e, em especial, os intervenientes na área de jardinagem, nomeadamente, profissionais de empresas de jardinagem.

 De extrema importância, permitimo-nos aqui reiterar a chamada de atenção do referido no ponto 5 do artigo 6º da Portaria n.º 142/2020 de 17 de junho, igualmente em anexo, na qual se informa que é proibida a comercialização, na zona demarcada, em feiras e mercados dos vegetais referenciados, quer sejam plantas de viveiro ou partes de plantas, incluindo porta-enxertos ou plantas envasadas. Estando os estabelecimentos comerciais nas zonas afetadas proibidos de comercializar estas plantas, será fundamental manter este critério para toda a atividade relacionada.

Solicita-se, caso tenham conhecimento da presença desta praga e/ou se observem sintomas suspeitos em plantas de citrinos e demais hospedeiros fora das zonas infestadas, procedam de forma a contatar imediatamente a Direção Regional de Agricultura de Lisboa e Vale do Tejo para o endereço de correio eletrónico, prospeccao@draplvt.gov.pt

Para consultar o Edital na íntegra, clique aqui

Para mais informações deve consultar a página eletrónica da DGAV em:

 http://www.dgv.min-agricultura.pt/portal/page/portal/DGV/genericos?generico=221911&cboui=221911

 e da DRAPLVT em:

 http://www.draplvt.mamaot.pt/alimentacao/Prospecao-pragas-doencas/Pages/

 

 

Brasão
Rua dos Combatentes, 10
Aldeia de Santa Margarida da Coutada
2250-366 Santa Margarida da Coutada
O site JF Santa Margarida da Coutada utiliza cookies. Ao navegar está a concordar com a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies. Aceito